Síndrome do Avestruz

Como você têm feito suas escolhas
4 de novembro de 2021

O que os olhos não vêem o coração não sente

Essa é melhor frase para definir a Síndrome de Avestruz.

Dizem por aí, que os avestruzes, quando sentem-se ameaçados, tendem a colocar sua cabeça enterrada em um buraco. Dessa forma, seus predadores o confundiriam e o deixariam em paz.

Mas claramente, algo de errado não está certo, primeiro porque os avestruzes são ótimos corredores, podendo alcançar a velocidade média de 70km/h . E em seguida, porque não faz o menor sentido, colocar apenas a cabeça dentro do buraco. Que tipo de predador irá acreditar que ele é uma pedra ou sei lá o quê? Mais fácil entrar de vez no buraco.

Enfim, história furada ou não, o fato é que a Síndrome do Avestruz, ilustra o comportamento de algumas pessoas, diante seus problemas.

Se mesmo para o avestruz é uma péssima ideia, enterrar a cabeça dentro de um buraco e fingir que o perigo não está a espreita, quem dirá para nossos problemas.

A começar, que não é tão simples assim encarar alguns problemas. Há momentos em que de fato queremos fingir que algumas coisas não estão acontecendo, para que possamos sentir um pouco de paz na vida. Quem sabe ele não se resolvem sozinhos ( é o que você pensar).

Mas.. e quanto

aqueles problemas

que permanecem no

mesmo lugar?

O que fazer com eles?

O longo prazo é sempre melhor que a curto prazo

O objetivo é sentir-se bem nos próximos cinco minutos ou sentir-se melhor nos próximos cinco anos?

Se para você é confortável sentir-se bem por pouco tempo, siga em frente e continua a fazer o que está fazendo.

Mas, se a sua vontade é a de que o bem estar perdure, então a ideia é a de realizar coisas difíceis agora!

O que você quer tanto evitar?

Evitar pode ser uma ótima solução, por um tempo, mas certamente não irá durar para sempre. Até porque situações que não foram planejadas podem acontecer. Evitamos para nos sentirmos seguros, mas não há segurança se nos sentimos inseguros. A conta não fecha.

Uma coisa é certa, um dia você terá que lidar com os seus problemas, no entanto a decisão é sua, se irá acontecer agora ou depois.

Em caso de dúvidas sobre o que fazer, pergunte a você mesmo.

Será mesmo, que podendo correr o avestruz prefere se esconder!?

______________________________________________________________________ Sobre a autora ______________________________________________________________________________

Ana Paula
Ana Paula
Gosta de gente, de ouvir e de falar. Ama um áudio longo, café e chá. Tereré também, anota aí na lista, e mais um tanto de outras coisas que até Deus dúvida.. Há, é psicóloga também, pode indicar. E caso precise, pode com a Ana contar ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *